Como aprender a cozinhar me ajudou a engravidar

Estamos inaugurando uma nova seção no Blog de Convidados. São pessoas que gostam de cozinhar, de comer, que tem experiências bacanas com as temáticas que tratamos por aqui. E um dia, conversando com a Rosana Rocco, ela me contou da experiência de começar a cozinhar para diminuir a sua ansiedade em engravidar. E a conversa foi uma delícia e ela me proporcionou insights que eu mesma nunca tinha penasdo: da culinária diminuir a ansiedade. E o texto saiu :) Ficou MUITO BACANA. Espero que vocês gostem. Beijo da Camilla!

"Em janeiro de 2014, eu e meu namorido demos início ao plano mais audacioso que alguém pode ter na vida: ter um filho. Sempre foi o meu maior sonho ser mãe! Para uma pessoa menos ansiosa, essa decisão poderia ser encarada com mais naturalidade e tranquilidade, porém eu não era uma dessas :) . A gente acha que vai começar a tentar e no mês seguinte, já estaremos com um bebê no colo. Momento “Cumpadi” Washington berrando no meu ouvido: SABE DE NADA INOCENTE! Depois de muitas lágrimas e frustração toda vez que a “monstra” descia, eu decidi que não queria mais sofrer com isso, então em junho de 2014 decidi mudar o foco. Todo mundo sempre me falou “Para você conseguir engravidar, você precisa fingir que não quer...” achava essa frase SURREAL. Como assim?? Me fala onde eu aperto o botão “I DON’T CARE” sendo eu que estou “CARE”ndo muito!!!


Em algum sábado frio de julho, estava eu em casa tristinha, zapeando a TV, eis que paro no programa Cozinha Prática da apresentadora Rita Lobo. Achava demais aquela mulher linda e simpática, explicando de um jeito simples e prático como fazer a comida do dia a dia. Fiquei completamente encantada. Parecia ser tudo tão fácil de fazer que eu pensei “Quer saber? Tá ai! Já que eu quero ser mãe, primeiro preciso melhorar a minha alimentação para dar o exemplo para meus futuros filhos.”


Descobri que a Rita Lobo tinha lançado diversos livros de culinária, comprei todos os que existiam na época. Os dois que mais me marcaram foi o Panelinha e o Pitadas.


Os cinco ensinamentos que a Rita Lobo me ensinou sobre cozinhar:

  • Aprendi a lidar com o tempo. Você não pode acelerar o processo de cozimento de um bolo, por exemplo, nem demorar demais se não ele sola. Lidar com o relógio é um treino para quem está no compasso de espera para ter filhos.

  • Se você sabe cozinhar, você tem o poder de escolher melhor seus alimentos e nunca mais ficará refém dos congelados.

  • Cozinhar não é obrigação SÓ da mulher ou SÓ do homem. Aprender a cozinhar vai muito além do que uma simples questão de gênero é para todo mundo. A família inteira se beneficia dessa mudança comportamental alimentar.

  • Todo mundo pode cozinhar, pensar “eu não levo jeito para cozinha” é uma crença limitante. Eu era uma negação e hoje cozinho razoavelmente bem.

  • Se eu quero ser mãe, eu quero dar um bom exemplo para os meus filhos e isso inclui a relação alimentar. Esse foi o meu maior incentivador para aprender a cozinhar.

Aproveitando o gancho da nova rotina alimentar, eu resolvi entrar no Yoga. A união dessas duas práticas, reduziram drasticamente a minha ansiedade. Eis que no dia das mães de 2015 eu descobri que estava grávida e em dezembro de 2015 a minha princesa Maria Clara chegou.


Nesse 1 ano e 4 meses de espera, eu aprendi tanta coisa que hoje, já com a minha filha nos braços, eu percebo a importância de tê-las apreendido antes de engravidar. Era como se Deus tivesse me ensinando a ser mãe, antes mesmo de engravidar. Louco isso né? Mas veja se não faz sentido: Aprendi a cozinhar, meu corpo se fortaleceu (meu corpo foi a base de tudo para gerar uma criança), melhorei a ansiedade (quer coisa mais ansiogênica do que uma gestação de 40 semanas?), amadurecimento emocional, dentre tantas outras coisas.


(Pausa para tirar o meu bolo de cenoura do forno, o cheiro já chegou em todos os cantinhos da casa. Memórias olfativas também criamos por aqui).

O Bolo de cenoura com chocolate que a Rosana fez (deu água na boca!):

Olha que f-o-f-u-r-a a Maria Clara participando:

Hoje olho para trás e me pergunto como uma apresentadora de um programa de culinária, pôde ajudar uma outra mulher a engravidar. Ela não faz ideia de como me ajudou. Nem sei se um dia ela vai ler esse post, mas é com lágrimas nos olhos que agradeço a ela. Rita, obrigada por tudo! Obrigada por trazer o conceito da comida de verdade para tantas pessoas, obrigada por inspirar homens e mulheres a voltarem para a cozinha, a entender que cozinhar é um ato de amor, é terapêutico e pode inclusive, ajudar a realizar o maior sonho da vida de alguém."

A receita do bolo de chocolate com cenoura que a Rosana fez está no livro "Panelinha - receitas que funcionam" da Rita Lobo

(Todas as fotos foram cedidas pela Rosana)


BLOG

Destaques
Arquivo
Siga me
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon

Atendimento: Copacabana,

Ipanema e Barra da Tijuca

Telefones:

(21) 2267-0108

(21) 99949-3223 

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Twitter Ícone

© 2017 Camilla Estima.