Atendimento: Copacabana,

Ipanema e Barra da Tijuca

Telefones:

(21) 2267-0108

(21) 99949-3223 

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Twitter Ícone

© 2017 Camilla Estima.

Vamos falar da Rita Lobo e a polêmica do fitness

February 15, 2017

 

 

Essa semana rolou uma polêmica enorme envolvendo a apresentadora de culinária Rita Lobo e um tweet que ela postou em resposta à uma solicitação de um seguidor.

 

 

 

Antes de falar da polêmica, vamos contextualizar? Ela é das poucas apresentadoras brasileiras que trata a comida de verdade, como ela é, sem modismos, neuras, culpa, privação, penitência, enfatizando os nutrientes ou medicalizando a comida. Ela vem se engajando a uma causa muito importante aliada a grandes pesquisadores na nutrição e saúde pública, como o Dr Carlos Augusto Monteiro da USP, e tem trazido à tv o conceito de comida de verdade.

 

 

 

Esse conceito foi lançado no Guia Alimentar para a População Brasileira http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/guia_alimentar_populacao_brasileira_2ed.pdf , publicação feita pelo Ministério da Saúde e que é a recomendação que os profissionais de nutrição devem seguir para basear a sua prescrição dietética e que a população brasileira deve usar para delinear suas escolhas alimentares. E pela primeira vez no mundo.....sim, no mundo.....o governo de um país recomenda à sua população e seus profissionais que se coma comida de verdade ao invés de basear suas escolhas nos nutrientes, como resposta à onda da medicalização da alimentação, aliada à invasão de alimentos ultraprocessados no mercado, nos hábitos e novas tradições alimentares das pessoas. Diversos países, escritores, influenciadores, chefs de cozinha do mundo todo aplaudem de pé o nosso guia e passaram a usá-lo para reformular suas recomendações nutricionais.

 

Dito isso, a meu ver a Rita tem aproximado às pessoas ao ato de cozinhar de forma simples, descomplicada, viável, sem explicar tim tim por tim tim os benefícios nutricionais de cada ingrediente que a pessoa está colocando naquela receita. Claro, ela não é nutricionista e nem deveria fazer, mas acho que a motivação nem é essa....e sim vai contra o guia que quer tirar o foco das pessoas nisso e que elas passem a tratar os alimentos simplesmente como comida e não vetor de calorias, gorduras ou qualquer outro nutriente ali contido. Veja, quem tem que se preocupar com isso tudo é o seu nutricionista e não você! O problema de você ficar atrás dessa medicalização dos alimentos gera muita ansiedade, culpa, insatisfação, paranóia, hábito de contar calorias, restringi-las......tudo que dietas restritivas por exemplo te propõe a fazer.

 

Correndo em paralelo a isso, vivemos o boom do mundo fitness. Dos alimentos promessa, dos milagres, das blogueiras fitness, do povo com fixação por alimentação saudável. Sim, eu disse f-i-x-a-ç-ã-o.....não é você que quer dar uma organizada na sua rotina alimentar e sim no povo que tenta levar pro fitness a comida normal. O brigadeiro com o suplemento x, sem leite condensado, de batata doce (oi?) (em tempo, quando fui escrever esse post coloquei no google “brigadeiro fitness” e tinha um link para 13 receitas de brigadeiro fit......oi?), o pão de queijo sem queijo (juro que vi essa receita no site de uma blogueira fitness famosa), a coxinha fitness, funcional e por ai vai.

 

Em primeiro lugar......existe um transtorno alimentar chamado de Ortorexia Nervosa. Pacientes com esse diagnóstico tem uma fixação por alimentação saudável, mas que não é movida necessariamente com objetivo de perda de peso, e sim uma motivação quase que religiosa de ter uma alimentação “pura”, livre de ingredientes nocivos que vão atrapalhar essa pureza. É um transtorno pois passa a alterar completamente a rotina do paciente, que o limita socialmente e emocionalmente no simples ato de comer. Tipo, ele leva marmita de alimentos que considera puro para uma festa, deixa de conviver em festas ou reuniões sociais por não ter a comida aceitável nesse “estilo de vida”, ou forçam as  pessoas à sua volta em ter esse mesmo estilo de alimentação, como por exemplo servir numa festa brigadeiro com o suplemento x ou bolo com suplemento y. Não estou dizendo por ai que todos esses influenciadores digitais que postam em suas redes sociais o brigadeiro x, a marmita y, o frango com batata doce tem esse transtorno alimentar mas que isso pode ser um gatilho para uma pessoa que tenha passe a desenvolvê-lo ao tentar copiar esse “estilo de vida” tido como inocente mas que pode ser uma grande armadilha. Esse é o grande problema de hoje em dia....as pessoas se escondem atrás do “tenho uma alimentação saudável” com o fitness e ai partem para esses exageros de comida de verdade completamente descaracterizada para virar fitness. Esse é o ponto onde eu quis chegar na Rita Lobo.

 

O que ouvi diretamente desse post:

- E se a pessoa que pediu a receita tivesse algum tipo de alergia? Respondi à uma aluna que se fosse o caso de alergia a pessoa teria mencionado isso em seu pedido e imagino que ela não responderia dessa forma. E se fosse alergia, nem o óleo de coco e nem o iogurte seriam possíveis ingredientes para substituir essa receita.

 

A parte do distúrbio alimentar......foi o que eu disse acima sobre a Ortorexia Nervosa! As pessoas estão camuflando várias questões de seu comportamento alimentar desordenado atrás dos conceitos de fitness, bem estar, alimentação saudável, quando na verdade não é nada disso!!!!!

 

Como eu sempre digo.....vamos voltar ao básico e ter olhar crítico sobre as coisas.

1) vamos comer comida de verdade! Que é a base da nossa alimentação! Que respeita nossa questão cultural e produção local à o arroz com feijão, a mandioca, os legumes e verduras, a água! A base tem que ser essa e não alimentos que vem em pacotes;

 

2) vamos olhar de forma crítica essas mensagens que chega à gente? Sério mesmo que dá pra confiar numa coxinha fitness? Num brigadeiro com suplemento protéico? Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa;

 

3) vamos comer sem culpa? Sem jogar nossas expectativas na comida? Nos perdoar caso tenha comido em excesso algo que colocaram na sua cabeça que não deve fazer parte da nossa alimentação;

 

4) E por fim, vamos honrar o corpo que nos foi dado e trata-lo da melhor forma possível!

 

Aproveitando, dê uma lida nos textos que escrevi pro blog (F)utilidades relacionados ao tema:

- Os alimentos milagrosos, sucos detox e sua autoestima:

 

http://f-utilidades.com/2017/02/08/sim-e-apenas-um-suco/

 

- As blogueiras fitness

 

http://f-utilidades.com/2017/01/12/mas-elas-estao-apenas-compartilhando-um-estilo-de-vida-sera-mesmo/

 

Beijo!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

BLOG

Destaques

Vamos falar da Rita Lobo e a polêmica do fitness

February 15, 2017

1/1
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga me
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon